RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Municípios da região ainda não começaram a vacinar grávidas e puérperas

Publicado em 01/05/2021 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Ministério da Saúde incluiu as grávidas e puérperas no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19

Ministério da Saúde incluiu as grávidas e puérperas no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19

O Ministério da Saúde incluiu as grávidas e puérperas (mulheres no período pós-parto) no grupo prioritário para receber a vacina contra a Covid-19. A orientação foi publicada em nota técnica na segunda-feira, dia 26 de abril. O RJ News entrou em contato com todos os municípios da área de abrangência do jornal, para saber como está a imunização desse público, mas eles ainda não iniciaram a vacinação deste grupo, conforme o informado.

Macaé
Em nota, a Prefeitura de Macaé informou que realiza um levantamento sobre a expectativa do número de gestantes e puérperas residentes na cidade, para definir o planejamento da nova etapa de vacinação contra a Covid-19. O procedimento, segundo a prefeitura, cumpre nota técnica emitida pelo Ministério da Saúde e segue orientações da Secretaria Estadual de Saúde. Esse trabalho é realizado pela Coordenação do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PAISM), com o suporte do setor de análise de dados da Secretaria Municipal de Saúde. A partir deste levantamento, serão definidos os critérios para o início da imunização das gestantes, levando em conta que, na primeira fase, serão vacinadas as gestantes com comorbidades, portando relatório médico de seus obstetras. Na segunda fase, serão vacinadas as demais gestantes e puérperas de até 42 dias após o parto, de acordo com o número de doses disponibilizadas pelo governo do Estado. Segundo a Prefeitura de Macaé, o objetivo é garantir a todas as gestantes e puérperas residentes no município o acesso à vacina, reduzindo assim as complicações do coronavírus neste grupo prioritário, conforme estabelece a nota do Ministério da Saúde.

A prefeitura de Macaé informou também que aguardava, até essa sexta-feira, dia 30, a divulgação de nota técnica da Secretaria Estadual de Saúde, que deverá informar a previsão do envio de novos lotes de vacinas, a divisão das doses e o direcionamento do público alvo a ser priorizado.

Casimiro de Abreu
A prefeitura de Casimiro de Abreu informou que ainda não iniciou a vacinação das mulheres desse grupo prioritário, pois encontra-se com falta de doses para aplicação do imunizante. O município ainda aguarda o recebimento de novas doses pelo Governo do Estado.

Quissamã
A secretaria de Saúde do município, segundo ainda a prefeitura, aguarda a chegada da nota técnica do Governo do Estado, para iniciar a vacinação de gestantes e puérperas contra a Covid-19.

Rio das Ostras
A Prefeitura informou que o município está aguardando as orientações da secretaria de estado de Saúde para dar prosseguimento à imunização das grávidas e puérperas. Até o momento, foram imunizadas gestantes e lactantes que estão trabalhando na área da Saúde.

Conceição de Macabu
A Prefeitura Municipal de Conceição de Macabu, por meio da secretaria municipal de Saúde, informou que ainda não foi iniciada a vacinação das mulheres desse grupo prioritário.  O município ainda que está aguardando o posicionamento do Estado e o envio de doses iniciar a vacinação do mesmo.

O RJ News também entrou em contato com a Prefeituras de Carapebus, mas até o fechamento dessa edição, não obteve resposta.

› FONTE: RJ NEWS ONLINE (www.rjnewson.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário