RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS
Acosta e seu blog - Por Acosta

Acosta e seu blog Por Acosta

Acosta e seu blog - Por Acosta

Pingos e respingos: Prática de vandalismo faz dinheiro público ir pelo ralo

Publicado em 03/05/2021 sem comentários Comente!


“Pingos e Respingos” continua fazendo parte do Blog da Acosta, relatando e divulgando os fatos em notas jornalísticas com a verdade dos fatos... Nesta semana trazemos ações que estão se realizando nas ruas, trânsito... Veja a seguir.

Macaé adere à campanha Maio Amarelo... (Pingos)

Lançada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) com o apoio do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT) e idealizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, desde 2014, a campanha Maio Amarelo deste ano, traz como tema "Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito" e conta com a adesão do município de Macaé. A ação objetiva mostrar a importância da união de forças de toda a sociedade para a causa, afinal, enquanto apenas um pedestre, ciclista, motorista, passageiro ou motociclista estiverem desrespeitando as regras, todos estarão em risco. Trata-se de uma reflexão sobre atitudes que precisam ser praticadas cada vez mais na convivência em diversos ambientes, como parar na faixa de pedestre, usar a cadeirinha para as crianças e não dirigir usando o celular são alguns dos exemplos de como agir de forma respeitosa e responsável, pois infelizmente, o trânsito brasileiro ainda é responsável por milhares de mortes. Em Macaé, a coordenadoria de Educação para o Trânsito da secretaria municipal de Mobilidade Urbana atuará durante o Maio Amarelo através da Blitz Educativa e mídias sociais, com ações de prevenção em acidentes viários, onde será realizado um grande movimento no sentido de destacar a importância do respeito e responsabilidade no trânsito.

Prática de vandalismo faz dinheiro público ir pelo ralo... (Respingos)

Trata-se do constante furto de equipamentos - tampos e grades de ferro dos bueiros – das vias públicas. Só na última semana, a secretaria de Serviços Públicos da Prefeitura de Macaé, já substituiu 50 equipamentos furtados, sendo nove somente na Avenida Fábio Franco, no bairro Visconde de Araújo. Além dos moradores correrem risco de se acidentarem nos buracos deixados pelas ruas, para repor os equipamentos a prefeitura utiliza o erário público, oriundo do nosso imposto. A administração municipal conclama a parceria e o bom senso da população para que não venda nem compre tampos e grades de ralos e bueiros públicos e denuncie esse tipo de prática. É só ligar para os telefones (22) 2772-3372 e 2772-7400 – secretaria de Serviços Públicos, usar o aplicativo Macaé App ou ainda, acessar a Ouvidoria da Prefeitura - http://www.macae.rj.gov.br/ouvidoria/conteudo/titulo/fale-com-a-ouvidoria .

Visita Virtual no HPM... (Pingos)

Taí um projeto que vem de encontro ao isolamento de pacientes, principalmente, nesta era de Covid 19. Implantado em março deste ano, pela equipe de psicólogos do Hospital Público Municipal (HPM), tem se mostrado bastante eficaz para diminuir a distância afetiva entre pacientes e seus entes queridos. O projeto Visita Virtual Familiar no Hospital, realiza vídeo chamadas através de tablets ou celulares para que o paciente possa se comunicar com seus familiares. Segundo os mentores a proposta vem amenizar os efeitos negativos do distanciamento diante da pandemia mundial da Covid-19. “O isolamento gera sentimentos de angústia e abandono para os pacientes e para os seus familiares. São realizadas, em média, 20 chamadas de vídeo por dia, individuais ou em grupo, no qual participam diversas pessoas em uma só ligação, até aqueles que moram fora do país ". O projeto atende os pacientes diagnosticados com Covid-19 e já foi ampliado para a UTI Neonatal, maternidade e politrauma do HPM.

Sistema de esgoto ampliado a conta-gotas em Macaé... (Respingos)

A parceria público-privada com a BRK Ambiental já se arrasta a há anos. Em 2013 foi investido R$ 151 milhões em 66 quilômetros de redes e nas estações de tratamento (ETEs) do Mutum e do Centro. Em 2019, o município ampliou timidamente a rede de coleta e tratamento de esgoto em alguns locais com um valores superior a R$ 28 milhões. O saneamento seguiu em 2020, com valores de R$ 90 milhões para a ampliação da rede coletora e do tratamento de esgoto na cidade. O objetivo sempre foi contribuir para a saúde, o desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente de uma cidade que nunca tinha visto rede de esgotamento sanitário. No começo de 2021, a ordem foi vistoriar as obras da BRK. A orientação foi do prefeito Welberth Rezende, que logo nos primeiros dias de sua gestão apontou o supervisionamento, para minimizar os impactos causados à população e garantir a aplicação correta dos recursos públicos, previstos na parceria... Enquanto isso, milhares de residências, continuam a despejar seu esgoto ‘in natura’ ou dejetos (esgoto não tratado) diretamente na rede de águas pluviais  ou nas fossas construídas muitas vezes bem próximas às cisternas de água potável, afetando a saúde pública e o meio ambiente, além de contaminar os lençóis freáticos. Até quando teremos que esperar uma Macaé totalmente saneada???

_______________________________________________________

Lourdes Acosta – Jornalista Profissional (editora/redatora/produtora)

DRT/MTE 911 MA. // Macaé 03/05/2021. E-mail: acosta.lou@gmail.com

 

Acosta e seu blog

Por Acosta

sem comentários

Deixe o seu comentário