RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Liquidações impulsionam comércio de roupas em Rio das Ostras

Publicado em 29/08/2014 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


As liquidações sempre representam uma movimentação econômica significativa, uma vez que costumam até triplicar o lucro

As liquidações sempre representam uma movimentação econômica significativa, uma vez que costumam até triplicar o lucro

Nesse período do ano, costumam ser mais recorrentes as ‘liquida­ções de queima de estoque,’ no se­tor de lojas de roupa a varejo, mo­mento vantajoso para aqueles que pretendem comprar e economizar no bolso. No centro de Rio das Ostras, por exemplo, esse tipo de co­mércio é cada vez mais expressivo e a concor­rência bem acirrada. As liquidações sempre representam uma movimentação econômica significativa, uma vez que costumam até tri­plicar o lucro do estabelecimento.

As estratégias se dão, geralmente, quan­do as lojas pretendem renovar os estoques e vender as peças que, na maioria das vezes, por conta da troca de estação ou da moda, ficam acumuladas nas araras ou nas ban­cas. E é através delas, que vem as ofertas com descontos impossíveis, de não serem adquiridos. Esta é uma das formas de atrair a clientela bem usada pelo comércio local.

A proprietária de uma loja de roupas no centro da cidade, Júlia Teixeira, explica que pretende iniciar uma reforma no estabele­cimento, e propôs o preço único de R$ 7,99, para qualquer peça de roupa. A finalidade é vender o maior número possível dos itens popularmente chamado de ‘encalhados’. “Essas liquidações são sempre muito van­tajosas pela quantidade que conseguimos vender, e no meu caso, que preciso estar com um estoque renovado para a reabertu­ra da loja após a reforma, representam uma grande vantagem para quem sai de casa em busca de uma peça de qualidade e com o preço acessível”, afirma.

Já em outra loja, a gerente Poliana Ribei­ro conta que as liquidações costumam ofertar descontos que variam de 50% até 70%, o que chama rapidamente a atenção dos clientes que passam pelo local. Segundo ela, as pro­moções de peças de invernos funcionaram muito bem, de modo que em menos de uma semana, todo o estoque da loja foi vendido.

“Com certeza as liquidações são tão van­tajosas para os clientes, quanto para nós. Vendemos, por exemplo, casacos masculi­nos e femininos de R$ 60 por R$ 20 e ca­misas que, geralmente, custam R$ 25, por R$ 10” explica Poliana, acrescentado que os preços acabam atraindo também muitos compradores para a revenda de Araruama, Arraial do Cabo e diversas localidades do Rio de Janeiro.

A aposentada Jucinéia dos Santos, que se deparou com diversas lojas em liquidação, enquanto caminhava pelo centro da cidade, aproveitou a tarde para renovar seu guarda roupa e de quebra presentear o marido. “A gente entra para comprar só uma coisa, mas como os preços estão lá em baixo, é difícil resistir a tentação”, comenta.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário