RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Exposição em Casimiro de Abreu coloca em pauta preocupação com a Mata Atlântica

Publicado em 01/08/2014 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


Durante evento, público poderá conhecer mais sobre a Mata Atlântica da região e projetos de sustentabilidade desenvolvidos em Casimiro

Durante evento, público poderá conhecer mais sobre a Mata Atlântica da região e projetos de sustentabilidade desenvolvidos em Casimiro

Uma grande reflexão sobre o meio am­biente será feita a partir desta sexta­-feira, dia primeiro de agosto. O município recebe o 10º en­contro “O olhar do Artista so­bre o Meio Ambiente”, às 19h, na Casa de Cultura Estação Casimiro de Abreu. Duran­te o evento, o público poderá conhecer mais sobre a Mata Atlântica da região e os proje­tos de sustentabilidade desen­volvidos no município.

A exposição tem a parceria do Laboratório Horto-Viveiro, da Universidade Federal Flu­minense, com os municípios do interior do Estado. Segundo a diretora da Casa de Cultura, Soraia Cardoso, há seis anos, o município trabalha com o labo­ratório nesse projeto de Educa­ção Ambiental. “São anos de su­cesso e realizações. Parceiros da secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e Assistência So­cial vão ter a oportunidade de contar um pouco do que é de­senvolvido aqui em Casimiro, como os Parques Municipais e projetos como o Recriar, que reciclam latas de tinta para ser­virem de instrumentos de per­cussão e, assim, transformam a vida e o olhar dos alunos aten­didos”, destaca.

Para o diretor do depar­tamento de Meio Ambiente, da secretaria de Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvi­mento Sustentável de Casimiro, Luizmar Mozer, essa temática é importante também pela pro­ximidade que tem com essas áreas. De acordo com ele, o mu­nicípio está inserido entre duas Reservas Biológicas, a União, que tem 46% de sua totalidade dentro de Casimiro de Abreu e o Poço das Antas, que está lo­calizada em Silva Jardim e faz limite com o município. “Ainda temos duas Unidades de Con­servação, que foram criadas em Casimiro nos últimos cinco anos. Recentemente, ganha­mos o Parque Natural Muni­cipal Córrego da Luz, com 103 hectares e o Parque Natural Municipal Vale do Indaiaçu, que está localizado no centro do bairro Santa Ely, com 14.078 metros quadrados”, comenta.

O 10º Encontro na Casa de Cultura não se resume a um dia apenas. Segundo Soraia Cardoso, na verdade, a data marca o início da temporada da exposição de mesmo nome, que traz à cidade, apro­ximadamente, 60 trabalhos de artistas plásticos dos municípios envolvidos. A exposição ficará aberta ao público até o dia 13 de agosto. E, neste período, serão desenvolvidas atividades com a temáti­ca do Meio Ambiente no local. Haverá também uma roda de samba em frente à Casa de Cultura, com a cantora carioca Dorina, encerrando a programação des­ta sexta-feira. No repertório, a sambista mostrará um pouco do DVD ‘Samba de Fé’, além de clássicos do samba de raiz que vão de Candeia a Paulinho da Vio­la. A Casa de Cultura fica na praça Lúcio André, s/nº e o espaço permanece aber­to para visitação às segundas e quintas­-feiras de 9 às 20h, terças, quartas, sextas e sábados de 9 às 17h. Mais informações pelo telefone (22) 2778-4915.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário