RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Prefeitura aprova plano para o abastecimento de água às localidades serranas

Publicado em 17/07/2014 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


Para adequar à legislação de potabilidade os sistemas de abastecimento de água nos distritos da região serrana, a Empresa Pública Municipal de Saneamento (Esane), seguindo o artigo 24, da portaria do Ministério da Saúde (MS), número 2914/2011, elaborou o Plano de Intervenção de Investimentos 2014, com vista aos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Esse plano foi apresentado ao prefeito Dr. Aluízio e aprovado e será efetuado com recursos da prefeitura, visando levar o abastecimento de água a todas as localidades.

Em relação à portaria do MS, o presidente da Esane, Marcos Muffareg, destacou a preocupação da administração municipal com a qualidade da água utilizada pelos moradores da região serrana.

- A prefeitura destaca a importância de atender o que preconiza a portaria do MS, "toda água para consumo humano fornecida coletivamente deverá passar por processo de desinfecção ou cloração" e ao parágrafo único da mesma portaria, "as águas provenientes de manancial superficial devem ser submetidas ao processo de filtração". Atendendo a essa preocupação, foi que a Esane elaborou o Plano de Intervenção de Investimentos 2014, pontuou Muffareg.

Depois de conhecer cada um dos sistemas recebidos pela empresa, em janeiro de 2013, e constatando que os mesmos vinham operando fora das condições técnicas, a empresa aumentou o nível de prioridade para garantir segurança sanitária, com intervenções de manutenção corretiva dos equipamentos de operação, como bombas de água bruta/água tratada e quadros de comando nas estações de tratamento de água de Córrego do Ouro e Trapiche, adquiriu novos equipamentos para controle da qualidade da água e ainda faz o monitoramento frequente dos locais de captação e distribuição de água nas outras localidades serranas, onde são realizadas a captação e o tratamento simplificado da água.

Buscando resolver o problema de qualidade e de distribuição de água, a empresa desenvolveu projetos de abastecimento para os distritos de Glicério, Frade e Sana, que foram encaminhados, em abril de 2013, e aprovados, em novembro do mesmo ano, pela Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental e Ministério das Cidades, no valor total de R$ 12.116.000,00, estando esse recurso orçamentário em processo de formalização do convênio junto à Caixa Econômica Federal, com previsão de liberação no segundo semestre deste ano.

Depois disso, com conhecimento da população atendida, totalizando 11.141 pessoas, sendo 5.200 em Córrego do Ouro, 275 na Bicuda Pequena, 171 na Bicuda Grande, 230 na Areia Branca, 1480 EM Glicério, 1125 em Trapiche, 412 nas localidades do Óleo, Trapóleo, 1130 no Frade, 43 na Reta do Frade e 1.075 no Sana, a Esane elaborou o Plano de Intervenção e de Investimento, em 2014, dos Sistemas de Abastecimento de Água nos distritos serranos, apresentado e aprovado pelo prefeito Dr. Aluízio.

Em Glicério, Frade e Sana já contemplados com o tratamento de água através dos projetos aprovados no Ministério das Cidades, o Plano de Intervenção, cumprindo a meta de universalização do atendimento de água potável, prevê investimento total de R$1.170.000,00 para atender a toda população urbana da região serrana, com três prioridades:

- prioridade um – localidade do terceiro distrito de Cachoeiros de Macaé, totalizando R$ 936.000,00, atendendo Bicuda Grande, com recursos de R$ 616.000,00 e Areia Branca, com recursos de R$ 320.000,00 ; prioridade dois – localidade do segundo distrito de Córrego do Ouro, R$177.000,00 e terceiro distrito, Bicuda Pequena, R$ 35.000,00, totalizando R$ 212.000,00 ; prioridade três, Reta do Frade, no quinto distrito Frade, com recursos de R$ 22.000,00.

De acordo com Marcos Muffareg, com o Plano de Investimento aprovado, a prefeitura assumirá, com recursos próprios, os R$ 1.170.000,00 para o tratamento de água nas localidades citadas e ainda R$ 1.360.000,00 para tratamento de esgoto na Areia Branca e R$ 365.000,00 na Cabeceira do Sana com ações que devem ser iniciadas ainda este ano.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário