RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Mais de mil idosos foram vacinados no município

Publicado em 21/02/2021 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


O município de Macaé destinou os últimos três dias para vacinar idosos acima de 85 anos contra a Covid-19, o que resultou em um total de 1.030 doses ministradas, cerca de 88% desse público imunizado. Somente neste sábado (20), dia D da vacinação, 143 pessoas receberam a primeira dose da vacina de forma rápida e organizada. A ação aconteceu na modalidade drive-thru, no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho e no Centro de Especialidades Dona Alba.

O casal Ivonete Pereira de Andrade e José Brás de Andrade, ambos com 86 anos, se vacinaram neste sábado (20) no Centro de Convenções e agradeceram por estarem juntos nesse momento tão esperado por eles. "Nos mudamos para Macaé faz três anos e confesso que desconheço um município com a saúde tão organizada. Não ficamos nem cinco minutos na fila e logo fomos atendidos, sem aglomeração e com muita organização. Agradeço por estar ao lado da minha esposa vivendo esse momento histórico", destacou José.

A vacinação para a faixa etária acima de 85 anos começou na última quinta-feira (18) no município, incluindo a região serrana. A imunização prossegue até quarta-feira (24), porém, nesses próximos dias, a ação acontece somente por meio das equipes volantes, que estão atendendo idosos acamados e restritos cadastrados na ESF. Após essa etapa, a Secretaria de Saúde fará um balanço definitivo para saber se todos 1.177 idosos residentes no município, dentro dessa faixa etária, foram imunizados.

De acordo coma Secretária de Saúde, Liciane Furtado, aqueles que não conseguiram se vacinar não precisam se preocupar. "Será divulgado um polo de imunização para atender idosos a partir de 85 anos que por algum motivo, recomendações médicas ou outras causas,  não conseguiram se imunizar. Todos serão atendidos", destacou Liciane.

O município vem seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização e a medida em que as vacinas forem sendo enviadas pelo Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde do Rio de Janeiro, os grupos prioritários vão avançando.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário