RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Bióloga responsável pelo diagnóstico da Covid-19 é a primeira vacinada em Macaé

Publicado em 20/01/2021 Editoria: Coronavírus sem comentários Comente! Imprimir


Prefeito Welberth Rezende entregou o comprovante de vacinação para Keity

Prefeito Welberth Rezende entregou o comprovante de vacinação para Keity

Após uma mudança repentina no local de aplicação das primeiras doses da CoronaVac, em Macaé, a profissional de saúde Keity Jaqueline Chagas Vilela Nocchi, 36 anos, foi a primeira a ser vacinada, às 16h, no Centro de Convenções. Keity é bióloga e coordena os Laboratórios de Análises Clínicas da prefeitura há nove anos, sendo responsável pelo diagnóstico da Covid-19, desde março. Formada há 12 anos pela Universidade Estadual Fluminense (Uenf), a profissional faz, atualmente, doutorado em Fisiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/Nupem).

"Recebi a notícia nesta terça pela manhã e estou muito emocionada por ter sido convidada para ser a primeira pessoa a tomar a dose da vacina na cidade. É mais um reconhecimento do esforço de toda uma equipe nesta pandemia. Estamos na linha de frente desde março do ano passado e considero que tudo vale a pena quando escolhemos trabalhar na saúde, para fazer o melhor ao próximo. Estou sendo abençoada porque não tive Covid-19", pontou a bióloga. 

Em seguida, Rosani Espíndola Caruso, 57 anos, recebeu a primeira dose da vacina. Rosani é enfermeira há 34 anos e trabalha no Hospital Público de Macaé (HPM) desde a inauguração. Atualmente ela coordena os 53 leitos de UTI destinados à Covid-19. Ela destacou que este momento é o primeiro passo, principalmente para a população entender a importância desse imunizante na vida de todo cidadão. "É uma grande emoção e Torcemos muito para que esse dia chegasse. A vacina foi esperada por todos e precisamos acabar com isso, perdemos várias pessoas de todas as idades", acrescentou.

O prefeito Welberth Rezende acompanhou o início da vacinação no município e entregou o comprovante de vacinação para as duas primeiras imunizadas da Capital do Petróleo. O prefeito parabenizou a atuação de todos os profissionais que atuam nas redes pública e privada e salientou o apoio da Câmara Municipal, que destinou o valor das emendas impositivas para a compra da vacina.

"Estamos com recursos reservados para a compra de vacinas, porém, nesse primeiro momento, o governo federal encampou todas as doses do Butantan. A ideia é conseguirmos fazer a compra direta com o instituto", frisou o prefeito.

O presidente da Câmara Municipal, Cesinha (PROS), destacou que o Legislativo vai trabalhar ao lado do Executivo para que mais doses cheguem ao município. “O objetivo principal é imunizar a população para que a cidade retome o crescimento e suas atividades, como era antes da pandemia. A Câmara vai continuar dialogando com todos os poderes, a fim de verificar a melhor destinação para os recursos aprovados pelas emendas impositivas do ano passado, que já estão no caixa da Prefeitura”, declarou. Cesinha acrescentou o governo municipal terá a Câmara como parceira no enfrentamento da pandemia. 

As vacinas chegaram ao município por volta das 8h55, desta terça-feira (19), no Aeroporto de Macaé. No total, 2.973 unidades vieram no helicóptero da Polícia Civil. O material foi recebido por técnicos da Secretaria de Saúde e encaminhado para a Casa da Vacina.

Para esse primeiro carregamento de vacinas, o público prioritário será: profissionais da saúde que atuam nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), Centro de Triagem, enfermaria e pronto atendimento do Covid-19, público e privado, além de 120 idosos asilados e nove deficientes institucionalizados. As vacinas recebidas nesta terça foram somente para primeira dose.

› FONTE: RJ NEWS ONLINE (www.rjnewson.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário