RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Vacinas chegam de helicóptero da Polícia Civil em Macaé

Publicado em 19/01/2021 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


O quantitativo atenderá, inicialmente, 34% dos profissionais de saúde

O quantitativo atenderá, inicialmente, 34% dos profissionais de saúde

Macaé recebeu, por volta das 8h55, o primeiro carregamento de doses da CoronaVac, na manhã desta terça-feira (19). As 2.973 unidades chegaram com helicóptero da Polícia Civil no aeroporto do município. A carga estava prevista para o período da tarde, mas foi antecipada pelo governo estadual, que realiza a distribuição no Rio de Janeiro. O material foi recebido por técnicos da Secretaria de Saúde e encaminhado para a Casa da Vacina.

A aplicação da primeira dose está marcada para tarde desta terça, 16h, no Centro de Triagem do Coronavírus, no antigo Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas. Para esse primeiro carregamento, a prioridades serão profissionais de saúde que atuam nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), Centro de Triagem, enfermaria e pronto atendimento do Covid-19, público e privado, além de 120 idosos asilados e nove deficientes institucionalizados. 

O quantitativo atenderá, inicialmente, 34% dos profissionais de saúde, já que Macaé tem registrado cerca de 8 mil. A expectativa da equipe é realizar a aplicação das doses em uma semana. A previsão da segunda dose será entre 14 e 28 dias após a primeira.

A vacinação irá acontecer de forma volante. As equipes de imunização da Secretaria de Saúde irão atender o público-alvo diretamente no seu local de trabalho, no caso dos profissionais de saúde e de acolhimento de idosos. A Prefeitura de Macaé recebeu 74 mil seringas e agulhas. 

O prefeito, Welbert Rezende, declarou nesta segunda-feira (18) que não chegaram todas as doses previstas. “Não vieram todas as doses, Macaé tinha recebido a informação de 6.240 doses, mas recebemos 2973. Macaé fez um protocolo de intenção de compra com o Butantan de mais de 500 mil doses, com o objetivo de fazer as duas aplicações para toda a população macaense, porém, nesse primeiro momento, o governo federal encampou todas as vacinas. Além das vacinas que nós recebemos estamos tentando comprar direto para poder imunizar e aplicar em toda população”, frisou.  

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e, no Brasil, será produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no último domingo (17). A agência também aprovou o uso emergencial da vacina de Oxford. 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário