RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Valorização do idoso leva Campos ao caminho do reconhecimento pela OMS

Publicado em 30/12/2020 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Prestação de Contas -Envelhecimento Saudável e Ativo- Durante os quatro anos de gestão do prefeito Rafael Diniz, os idosos de Campos envelheceram com saúde, graças à política de valorização, com foco no envelhecimento saudável e ativo. No total, 36 mil idosos receberam mais do que assistência médica. Eles usufruíram de todos os benefícios oferecidos pela Rede de Proteção Social, implantado também nesta gestão, com atividades de cultura, esporte e lazer.

Três Casas de Convivência foram reabertas, totalizando seis em funcionamento de ponta a ponta do município. O atendimento ganhou agilidade com a implantação da Caderneta de Saúde do Idoso. Um documento que reúne toda a vida do assistido. No total, 32 mil cadernetas distribuídas, inclusive nas instituições de permanência e Unidades Básicas de Saúde.

Não é a toa que Campos foi classificada como uma das melhores cidades do estado, e a 26ª do país, para envelhecer com saúde, segundo o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon. Em 2018, foram realizados os Jogos da Maturidade. Evento inédito no estado que reuniu 480 idosos de 20 instituições. Foram realizadas competições esportivas com o objetivo de estimular o envelhecimento ativo e saudável. Em 2019, os idosos voltaram à sala de aula por meio do Projeto Escola dos Saberes, em parceria com a Secretaria municipal de Educação,  Cultura e Esporte.

Os idosos também estavam preparados para o “novo normal" que exigiu habilidade com as ferramentas tecnológicas. Durante a pandemia, período que exigiu isolamento social dos idosos, a equipe técnica da Secretaria de Envelhecimento Saudável e Ativo criou o Canal Envelhecimento Ativo, no Youtube, com aulas de diversas atividades. Também realizou lives com profissionais de diversas áreas sobre temas de interesse dos idosos. A participação maciça foi possível graças às aulas de inclusão digital dentro do Projeto Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável do governo federal. Campos foi a única cidade do estado a receber o programa. 

Com tantas atividades desenvolvidas em prol do bem estar e qualidade de vida dos idosos, a Casa de Convivência do Parque Tamandaré, espaço que beneficia 24 mil idosos, foi reformado graças a uma emenda parlamentar viabilizada pela ex-deputada Cristiane Brasil. O local ganhou instalações mais modernas, rampas de acessibilidade, consultórios ampliados, criação de uma sala para oficinas e exibição de filmes.

De acordo com a secretária de Envelhecimento Saudável e Ativo, Heloisa Landim o sucesso das ações da pasta se devem à dedicação dos colaboradores, bem como, das parcerias público-privadas diante da notoriedade de trabalho feito com responsabilidade e excelência primando sempre pelo bem-estar da população envelhescente.

Com as ações desenvolvidas no governo Rafael Diniz, Campos caminha para ser reconhecida como Cidade Amiga do Idoso, pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

› FONTE: Ascom PMC


sem comentários

Deixe o seu comentário