RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Educação cumpre ano letivo de forma remota

Publicado em 29/12/2020 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


A rede municipal concluiu o ano letivo 2020 com formaturas online, entregas de mimos e finalização virtual de projetos. A volta às aulas na rede municipal está prevista para o início de fevereiro. Todos os alunos já estão de férias desde o dia 22.

As ações de encerramento foram marcadas por exibição de vídeos dos melhores momentos, apresentação de mensagens inspiradoras, além de despedidas especiais dos alunos que estão saindo da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, com fotos das turmas nas redes sociais das respectivas unidades escolares.

Este ano, em função do distanciamento social, as escolas tiveram que usar a criatividade nas atividades remotas, que integraram familiares e alunos.

Com 1.200 alunos, o Ciep Municipalizado Leonel de Moura Brizola (Barra), distribuiu lembrancinhas diversificadas, no fim do ano letivo, para os alunos da Educação Infantil e 1º ao 5º ano. Já as turmas de sexto ao nono ano foram homenageadas nas redes sociais. Os que estão saindo da escola para ingressar no Ensino Médio receberam saudações especiais. Já na Escola Parque Municipal Maria Angélica Ribeiro Benjamin (Aroeira), os 447 estudantes fizeram parte de atividades lúdicas especiais nos grupos de WhatsApp.

A Educação trabalhou através do blog www.educacaonaopara.com, oferecendo semanalmente as atividades não presenciais, que contemplam Educação Infantil, Ensino Fundamental (1° ao 9° ano), Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Especial, além de atividades para o público do Cemeaes e Pré-Vestibular Social.

O blog apresentou conteúdos específicos, vídeos, provas, textos, simulados e exercícios. A garotada da Educação Infantil recebeu material impresso, cronogramas e atividades nas redes sociais das escolas municipais, no site e no e-book do segmento, além de entrega conforme agenda de kits pedagógicos específicos preparados pelas escolas com materiais individualizados. 

Conteúdo além da internet

Para os alunos identificados sem acesso à internet, muitas escolas municipais adotaram outras estratégias, como a entrega de livros didáticos e apostilas.

Já os alunos das turmas de 1º ano de 33 escolas receberam atividades do programa "Alfa - estudo em casa", visando dar continuidade à apropriação do princípio alfabético.

O Cemeaes ofereceu estratégias virtuais, além de atendimentos online de psicologia e fonoaudiologia para os assistidos. Durante a suspensão das aulas, também foi implementado o projeto "Leituras em Família", com sugestões semanais de livros, textos, ou vídeos sobre temas relevantes. 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário