RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Saúde e Emprego serão os principais pilares na gestão de Welberth Rezende

Publicado em 01/11/2020 Editoria: Eleições 2020 sem comentários Comente! Imprimir


Com um currículo vitorioso, hoje Welberth Rezende disputa a vaga da Prefeitura de Macaé pelo Cidadania

Com um currículo vitorioso, hoje Welberth Rezende disputa a vaga da Prefeitura de Macaé pelo Cidadania

Welberth Rezende tem uma vida de muita dedicação ao trabalho. Foi vendedor ambulante, limpador de fossas, pintor residencial, trabalhador offshore, e carteiro. No cenário político, foi eleito vereador duas vezes, nos anos de 2012 e 2016, sendo o mais votado nas últimas eleições. Em 2018, se candidatou a deputado estadual e foi eleito com a maioria dos votos da região. Em pouco tempo na Assembleia Legislativa (Alerj), já conseguiu aprovação de 7 leis e é coautor de outras 37. É autor de 69 projetos de Lei, 46 indicações e 13 moções. Welberth destaca que não foi fácil chegar onde está, que tudo é fruto de muito trabalho e dedicação. Com um currículo vitorioso, hoje Welberth Rezende disputa a vaga da Prefeitura de Macaé pelo Cidadania.

RJ News: Por que o senhor resolveu ser candidato a prefeito de Macaé?
Welberth: Após a experiência como vereador e deputado, percebi que posso contribuir ainda mais para melhoria da qualidade de vida da população da cidade.
Como prefeito vou poder executar ações para uma mudança verdadeira na vida das pessoas. Meu objetivo é gerar empregos para a cidade, pois acredito que é o trabalho que traz dignidade para todos. Trabalhar também o turismo, a agricultura, trabalhar Macaé como polo educacional, isso vai trazer receitas e melhorias para a cidade em todas as áreas.

RJ News: Macaé é uma cidade complexa para governar. Já imaginou como será a sua atuação?
Welberth: Sei que não será fácil. Vou manter e ampliar o que deu certo e fazer o que precisa ser feito. Sou uma pessoa que escuta, que conversa e através do diálogo eu acredito que vamos construir um ambiente colaborativo e integrado, de união em todas as esferas em prol de um bem comum.

RJ News: O senhor vem com o apoio de muitos vereadores e também do atual prefeito. Você não tem receio de dividir a prefeitura com acordos políticos e isso atrapalhar a sua atuação?
Welberth: No meu governo não haverá acordos políticos. Comigo não tem acordos de bastidores e nem loteamento de cargos e secretarias. Meu único compromisso é com a população. Meu único compromisso é fazer a cidade voltar a gerar empregos e não permitir que Macaé retroceda a uma era de ilegalidades, mentiras e desperdícios. Meu compromisso é com a transparência e honestidade. O tempo da farra com dinheiro público, definitivamente acabou. No meu governo não haverá espaço para a corrupção.

RJ News: O senhor deu uma declaração que irá continuar com os projetos que deram certo e aperfeiçoar aqueles que não vão bem. Já fez alguma avaliação sobre quais pretende continuar e quais precisam ser aperfeiçoados?

Welberth: Vamos continuar com o Bolsa Alimentação de R$ 200 por aluno durante o período de pandemia e a passagem a R$1. Nos primeiros 100 dias de governo eu tenho um plano de ação para retomada da cidade.

RJ News: No setor da pesca, conforme o seu plano de governo, não cita uma das principais demandas dos comerciantes do Mercado Municipal de Peixe, que é a falta de estacionamento para os frequentadores. Existe alguma possibilidade de fazer esse estacionamento?
Welberth: Quem me conhece sabe o quanto eu valorizo o trabalho, por isso sempre busco ações que possam fortalecer, valorizar e promover a geração de emprego e renda aqui para Macaé. Tive a oportunidade de conversar com alguns pescadores e banqueiros para apresentar minhas propostas e também ouvir sugestões sobre projetos importantes para impulsionar o desenvolvimento do setor. Temos um Mercado de Peixe bonito e moderno, mas tenho ciência de que precisa de melhorias. Uma delas é com certeza a construção de um estacionamento para que os clientes possam acessar o Mercado de Peixe com mais tranquilidade para fazer suas compras. Vamos otimizar aquele espaço para a construção de um estacionamento amplo e seguro. Como prefeito, será um compromisso meu.

RJ News: Espaços como Ginásio Poliesportivo, Praça da Cidade e Estádio Cláudio Moacyr foram sucateados. Tem algum projeto para eles?
Welberth: Vamos recuperar os aparelhos esportivos da cidade. Temos que fazer um trabalho de base, reestruturar não só o Estádio Cláudio Moacyr, que é realmente muito importante, o lugar que nós recebíamos grandes jogos, mas também o Ginásio Poliesportivo, que é o Centro Esportivo do município neste seguimento. Também vamos recuperar o Parque da Cidade, que será um espaço de cultura e lazer para toda a cidade.

RJ News: Estamos saindo de uma pandemia que gerou uma crise, um desemprego grande e ainda merece cuidados. O prefeito eleito vai ter um grande desafio. O que o senhor pretende fazer para melhorar e fomentar a economia, sem perder a segurança?
Welberth: Criação do núcleo de apoio ao primeiro emprego, com objetivo de inserir o jovem no mercado de trabalho formal; estabelecer parcerias e diretrizes para as empresas instaladas em Macaé, visando à ampliação da oferta de vagas de trabalho para o morador do município; elevar o nível de escolaridade com a promoção de cursos gratuitos de qualificação profissional e graduação; criação de um ambiente favorável para a atração de novos negócios, como: a revitalização do Polo Offshore, a conclusão do anel viário, o término da Estrada de Santa Tereza e a implementação da lei Avança Macaé, fornecendo crédito de ISS para empresas que investirem na infraestrutura do município.
Também vamos focar na desburocratização dos processos de licenciamento para abertura de empresas, através da implantação do processo eletrônico; revitalização dos polos comerciais, adequação da infraestrutura viária, além da valorização e fomento do comércio local com programas que promovam a circulação de renda no município.

RJ News: A saúde é um setor importante que ainda recebe muitas críticas da população, como 0800 ineficiente, filas enormes para exames básicos.  Qual é a sua estratégia para melhorar a saúde?
Welberth: A saúde é uma das questões mais importantes. Eu trabalhei como Coordenador no Programa Saúde da Família, sem dúvida a saúde é um dos pilares de qualquer administração. Nós vamos melhorar a alta complexidade, melhorar o que já tem. Vamos criar o centro de referência ao paciente cardiológico, investir e trabalhar também na parte de oncologia. Hoje Macaé já conta com o tratamento de quimioterapia e vamos comprar um aparelho de radioterapia para que as pessoas não precisem sair da cidade para se tratar.
Vamos trabalhar no aumento do número de exames e fazer mutirões para acabar com as filas de espera e trabalhar para aumentar o número de cirurgias.

Outro grande projeto é o da atenção básica. Os ESF`s, Estratégia de Saúde da Família, o antigo PSF, serão referência no meu governo, com a ampliação das equipes multidisciplinares nos bairros onde a demanda é maior. Também vamos voltar com o Núcleo da Saúde da Mulher, que nós tínhamos na Barra e no Parque Aeroporto, que eram específicos para tratar a saúde da mulher. Vamos trabalhar para levar saúde preventiva para a nossa população.

Outro projeto importante é a implantação das farmácias municipais nos bairros e entrega do remédio em casa para os doentes crônicos, idosos e portadores de comorbidades.

RJ News: A serra foi citada muito pouco no seu plano de governo. Qual é o principal programa para a região?
Welberth: Vamos fazer a pavimentação da estrada Frade-Barra do Sana. Daremos também uma atenção à ampliação da rede de distribuição de água e tratamento de esgoto para os distritos da região serrana, além da construção de mais um posto 24 horas na serra e criação de um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência exclusivo para a serra.
 

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário