RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Ensino superior: Município entrega novo prédio à UFRJ

Publicado em 22/05/2014 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Divulgação

Divulgação

O prefeito de Macaé, Dr. Aluízio, disse que a entrega do prédio B à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), campus Macaé, nesta quarta-feira (21), deve levar à reflexão de que o espaço público é de todos e que, desta forma, o governo municipal oferece à população o que ela mais quer: conhecimento transformado em qualidade de vida. Ele destacou que o novo prédio, na Cidade Universitária, é o 11º equipamento público entregue à sociedade pelo governo em pouco mais de um ano.
 
No total, a prefeitura investe aproximadamente R$ 23 milhões que incluem também a construção do prédio C, anexo ao B, que deverá ser entregue ainda este ano, e a construção de uma cisterna com capacidade de abastecimento de 700 mil litros e o castelo d´água para receber até 73 mil litros, além do estacionamento com toda infraestrutura de iluminação, posteamento e asfalto, para alunos, professores e corpo técnico-administrativo do campus. Cada prédio tem seis mil metros quadrados.
 
- Com a universidade podemos fazer uma cidade melhor para todos os que vêm estudar aqui e esperamos que também trabalhem e morem no nosso município e que aqui tenham qualidade de vida cada vez melhor. Macaé conta com o tripé universidade, poder público e indústria do petróleo forte o que agrega valor no trabalho desenvolvido para a população -, destacou o prefeito na solenidade. Após o pronunciamento, ele convidou todos os presentes para, juntos, fazerem o desenlace da fita que, oficialmente, marcou a entrega do novo prédio à UFRJ.
 
O presidente da Fundação Educacional de Macaé (Funemac), Gleison Guimarães, também assinalou a importância da universidade na vida das pessoas.
 
- Com muito orgulho a cidade recebe a UFRJ nesta parceria, no caminho forte, engrandecedor com a UFF (Universidade Federal Fluminense) e a Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), que também funcionam na Cidade Universitária, oferecendo novos cursos para a população que, assim, está podendo alcançar verdadeiramente seus sonhos por meio da educação. A Cidade Universitária tem o compromisso neste grande papel e agora caminhamos para a entrega do bloco C. O município avança no progresso com respeito a cada um -, enfatizou.
 
O reitor da UFRJ, Carlos Antônio Levi da Conceição, ressaltou que a realização de obras é sempre um grande momento no país e a Prefeitura de Macaé está fazendo a sua parte com empenho e ousadia.
 
- A prefeitura abraçou este projeto porque acredita na parceria que vem acumulando frutos e está mais fortalecida no trabalho que nossa universidade desenvolve no município. Estamos orgulhosos pela qualidade do espaço que a prefeitura construiu, o que só engrandece nosso trabalho neste valoroso campus e mostra que o governo municipal elegeu a educação como prioridade.
 
- Contar com novo espaço para nossos ensinos é fundamental para alunos, professores e também o corpo técnico-administrativo da instituição -, disse a atual diretora da UFRJ-Macaé, Arlene Garcia.
 
Também estiveram presentes à solenidade, o vice-diretor eleito da UFRJ-Macaé, professor Paulo de Assis Melo; a ex-diretora pro-tempore da instituição, professora Elizabeth Accioly; representantes do Instituto Macaé de Metrologia e Tecnologia (IMMT); os vereadores Guto Garcia e Jocimar Gomes de Oliveira; a diretora da FeMASS, Larissa Frossard; e outras autoridades.
 
Expansão da Cidade Universitária 
 
A ampliação da Cidade Universitária faz parte do compromisso da prefeitura com a população que hoje não precisa sair de Macaé para estudar fora. O polo universitário do município já é referência em educação superior na região e no país por abrigar no mesmo espaço e gratuitamente diferentes instituições de ensino superior.  
 
A UFRJ iniciou o processo de ocupação do novo prédio em fevereiro, na volta às aulas, mas continua utilizando algumas salas no prédio A onde funcionam a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), pública municipal, mantida pela Funemac.
 
Juntas, as três instituições de ensino superior gratuito que compõem a Cidade Universitária, oferecem 17 cursos de graduação e mais dois de pós-graduação, num universo vivo e dinâmico de quase quatro mil alunos diariamente.
 
O Bloco B, como é chamado, conta com 26 salas, sendo 13 no segundo pavimento e 13 no terceiro; o térreo é composto pela área administrativa. Atualmente, a UFRJ ocupa 22 salas para aulas teóricas de seus cursos (menos o de Biologia, que é ministrado no Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental (Nupem) – o polo Barreto). Do total de salas, três estão cedidas à UFF para aulas noturnas e uma está recebendo estrutura para a montagem do laboratório de informática. A UFRJ-campus Macaé tem hoje em torno de 1.700 alunos dos 11 cursos de graduação e dos dois programas de pós-graduação, 240 docentes e 118 técnicos.
 
A universidade já formou turmas de alunos em Macaé dos cursos de Licenciatura em Química, Farmácia, Ciências Biológicas, Nutrição e está formando a primeira turma de Enfermagem e Obstetrícia, Medicina, Bacharelado em Química, e as Engenharias de Produção, Mecânica e Civil.
 
A Cidade Universitária é composta ainda pelo prédio do Centro Administrativo da Funemac e está localizada à rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário