RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

PMs podem ganhar até R$ 2,1 mil a mais

Publicado em 30/04/2014 Editoria: Segurança sem comentários Comente! Imprimir


Atualmente, o programa atende cerca de 250 mil alunos de 37 municípios fluminenses

O policial militar adere ao Proeis voluntariamente, podendo ganhar até R$ 2,1 mil mensais, caso trabalhe os nove turnos de 12 horas permitidos no programa. A escala é elaborada de forma a não onerar a saúde física nem prejudicar o plantão dos policiais no batalhão. Nestes dois anos, o programa já conta, ao todo, com mais de seis mil PMs inscritos.


Nas escolas, o objetivo do Proeis é reforçar a segurança tanto de alunos, professores e servidores administrativos, como do patrimônio dos estabelecimentos de ensino. Os policiais não revistam alunos, apenas em casos extremos e limites, e mesmo assim com o acompanhamento e a orientação da direção do colégio.

A iniciativa da Secretaria de Educação teve como base a pesquisa encomendada, em 2011, buscando identificar expectativas de alunos, pais e responsáveis da rede estadual.

Ter segurança nas escolas foi uma demanda de alunos, professores e pais. A medida tem o amparo legal, tanto de acordo com a Constituição Federal (artigos 5º e 144) quanto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (artigos 2º, 3º, 4º, 5º, 15, 16, 17 e 18).

O Termo de Cooperação foi firmado em maio de 2012 pelas Secretarias de Educação e Segurança e pelo Comando Geral da Polícia Militar.

Cerca de 250 mil alunos favorecidos

Atualmente, o programa atende cerca de 250 mil alunos e 22 mil servidores em 37 municípios. As escolas são escolhidas de acordo com o histórico de delitos registrados no dia a dia.

- O Colégio Estadual Alecrim, em São Gonçalo, foi um dos primeiros a receber o programa. Sem dúvida, o Proeis nos deixou mais seguros, principalmente por a escola estar localizada em uma área mais afastada - explicou Patrícia Paiva, coordenadora pedagógica do colégio.

 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário