RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Campo de Marlim completa 23 anos com reconhecimento internacional

Publicado em 04/04/2014 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


 

O Campo de Mar­lim, responsá­vel por 9,5% da produção na­cional, completa este ano 23 anos de atividade com reconhecimento interna­cional. Os motivos são as contínuas inovações tec­nológicas e elevados níveis de produção em Marlim.

O prêmio foi recebido pela Petrobras em reco­nhecimento de excelência da Divisão de Petróleo da Sociedade Americana de Engenheiros Mecânicos (ASME). A homenagem anual é concedida a pes­soas e companhias que se destacam em contribui­ções para a indústria do petróleo em todo o mun­do. O prêmio foi o reco­nhecimento da história da produção do Campo de Marlim, que é referên­cia internacional em ex­ploração e produção em águas profundas e que recebeu grande aporte tecnológico ao longo de toda a sua trajetória, para possibilitar a superação de desafios inerentes.

De acordo com o ge­rente geral da Unidade de Operações da Petrobras na Bacia de Campos (UO-BC), Joelson Falcão Mendes, além de o campo possuir excelentes características de produtividade e perme­abilidade, Marlim também foi palco para a imple­mentação de tecnologia inovadoras. “A mais recente foi a instalação pioneira do Separador Submarino de Água Oleosa, na plataforma P-37. O Prêmio da ASME é mais um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pela Petrobras ao longo dos anos”, comentou.

O CAMPO

Descoberto em 1985, com o poço 1-RJS-219A, o Campo de Marlim teve a sua produção iniciada em 1991, por meio do poço MRL-003, interligado à plataforma P-13, no sistema pré-piloto de Marlim. Atualmente, o campo conta com sete unidades de produção e duas unidades de tratamento e ar­mazenamento de petróleo, conectadas a 127 poços produtores, em profun­didades que variam entre 620 e 1.050 metros. Hoje, Marlim produz diaria­mente 190 mil barris de petróleo.

Dentre outros reconhecimentos internacionais, com base nos trabalhos desenvolvidos em Marlim, a Petrobras recebeu, em 1992, o OTC Distingui­shed Achievement Award, o mais importante prêmio da indústria mundial de petróleo, como a empresa que mais contribuiu para o desenvolvimento tecnológico da indústria offshore.

 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário