RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Governo do Estado estreita parcerias para implantação da Cidade da Pesca

Publicado em 26/02/2014 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Protocolo de intenções com multinacional espanhola do pescado será assinado nesta quarta, 26

O Governo do Estado dá nesta quarta-feira (26/02) o pontapé inicial para a implantação da Cidade da Pesca no bairro de Itaoca, em São Gonçalo. Será assinado o protocolo de intenções com a multinacional Crusoe Foods, que pretende ser a âncora do complexo pesqueiro onde serão gerados mais de 10 mil empregos diretos. A empresa pretende ocupar uma área de 100 mil metros quadrados dos 630 mil metros quadrados do terreno, investindo sozinha cerca de R$ 60 milhões. Outras dez empresas já se interessam pelo projeto, uma delas um estaleiro cearense. A assinatura será às 17h, no prédio anexo do Palácio da Guanabara, em Laranjeiras.

Pertencente à holding espanhola Jealsa Rianxeira (primeira na Espanha e quarta do mundo no segmento de conserva de pescado), a Crusoe tem sede no Chile e está presente em 23 países, entre eles o Brasil, onde chegou em 2010 e quer expandir seus negócios. A empresa foi a primeira interessada na área, que já atraiu a atenção também de franceses e chineses.

O protocolo de intenções será assinado entre a Crusoe Foods, a Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (Sedrap) e a Prefeitura de São Gonçalo, oficializando a primeira aproximação do projeto Cidade da Pesca com parceiros privados de grande importância. A implantação da empresa no complexo industrial pesqueiro deve gerar aproximadamente mil empregos diretos destinados, principalmente, ao público feminino (mais de 90%) e mão de obra local, para trabalhar na produção de conservas de pescados para consumo humano, produção de alimentos para mascotes (cães e gatos) e produção de farinha para ração animal.

O projeto

A Cidade da Pesca é um projeto idealizado pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto, que visa reestruturar o setor da pesca no Estado do Rio de Janeiro. Dentre suas diversas ações à frente da secretaria, há a participação na implantação do primeiro Terminal Pesqueiro Público do Estado no Barreto e a criação de um Condomínio Industrial Pesqueiro Sustentável, organizando um cluster (termo que, na indústria, se refere à concentração de empresas de um mesmo setor) que otimize a produção pesqueira no Estado.

- A ideia é aumentar a cadeia produtiva, incrementar a renda e as condições de trabalho dos pescadores, familiares e demais trabalhadores do setor pesqueiro, e diminuir ainda a distância entre a matéria-prima e o mercado consumidor final - explicou o secretário Felipe Peixoto.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário